Câmara Municipal do Seixal

01 de junho 2012

Família de chapins abandona o ninho

A família de chapins que acompanhámos durante aproximadamente um mês acaba de abandonar o ninho. O casal de aves conseguiu criar duas crias, que após três semanas de vida, emanciparam-se e voaram para novas paragens. O tempo médio para as crias saírem do ninho é de 16 a 22 dias. Não é impossível que venha a existir uma segunda postura neste ninho, pois é algo que acontece neste grupo de aves, desde que para isso existam condições como a disponibilidade de alimento.

As imagens do ninho irão continuar por mais alguns dias em direto, na expetativa de acompanhar a chegada de uma nova família.

30 de maio 2012

Jovens chapins estão a emancipar-se

Os jovens chapins estão com três semanas e pelas imagens é possível observar a sua grande atividade e movimentações dentro da caixa-ninho. estão a viver o processo de emancipação, iniciada com pequenas deambulações nas imediações exteriores ao ninho, mas ainda com alimentação por parte dos progenitores.

Posteriormente os pintos irão realizar movimentos dispersivos, estabelecendo os seus próprios territórios.

28 de maio 2012

Chapins prestes a deixarem o ninho

As crias de chapim, agora chamadas juvenis, estão prestes emanciparem-se e a deixarem o ninho, num processo que decorre entre os 16 e os 22 dias de idade. A emancipação faz-se de modo progressivo, ou seja, os juvenis, durante alguns dias, encontrar-se-ão perto do ninho e continuarão a ser alimentados pelos progenitores.

A plumagem está completamente formada e já se parece com a dos progenitores, embora em tons mais esbatidos: onde os pais têm preto eles têm preto-acinzentado e o amarelo não é tão forte. Outra diferença são as faces, que nos adultos são brancas e nos juvenis são amarelas.

23 de maio 2012

Chapins estão cada vez maiores

As crias de chapim residentes na caixa-ninho instalada no Parque Desportivo Municipal da Verdizela estão cada vez maiores e com movimentos mais pronunciados, principalmente em relação à parte exterior à taça, a parte central do ninho. Aparentemente e nesta fase, visualizam-se duas crias, contudo, tendo em conta que cada vez mais se vão movimentando, poderão haver mais.

Nesta altura os bicas dos pintos já estão bastante diferentes, comparando com os primeiros dias de existência, apresentando-se mais rijas e semelhantes às dos adultos. Com quase duas semana de vida, já é possível visualizar a fase de desenvolvimento do tamanho da cauda, o que nos remete para a sua idade.

17de maio 2012

Crias fazem hoje 1 semana

Foi precisamente há uma semana, dia 10 de maio, que nasceram as crias de chapim que residem atualmente na caixa-ninho monitorizada pelo projeto O chapim vem ao Seixal. Passados sete dias do nascimento, os pintos já apresentam uma aparência mais escura, que se deve ao início do crescimento das penas.
 
Como tem sido visível todas as manhãs, a fêmea está ausente do ninho, comportamento normal logo ao início do dia. As crias nesta fase necessitam de mais alimento, o que implica um acréscimo da atividade por parte dos progenitores, à medida que os pintos se desenvolvem. Nesta fase as entradas e saídas no ninho, assim como os tempos de alimentação são muito mais sistemáticos e frequentes.

14 de maio 2012

Primeiros dias no ninho

Após eclosão dos pintos, o macho trará o alimento que será distribuído pela fêmea às crias. Como é visível na transmissão, os pequenos chapins passam agora a vida com o bico aberto. Por norma o comportamento das crias será essencialmente dormir e comer. A sua posição no ninho é: em cima enquanto tem fome e na base do ninho quando já estão saciados, não se vendo muitas das vezes.

Cabe também à fêmea a função de manutenção e limpeza do ninho. Os pintos depositam as fezes no seu bico e ela transporta-as para fora do ninho, algo que é percetível nestas imagens.

11 de maio 2012

Crias de chapim já nasceram

As crias já nasceram ou eclodiram todas dos ovos e irão permanecer no ninho por um período de 16 a 22 dias. Os pintos nascem com os olhos, abrindo-os entre os 8 e os 9 dias. O crescimento das primeiras penugens inicia-se na cabeça e nas costas. A boca é alaranjada e as fissuras bocais são amareladas


A fêmea está neste momento a alimentar as crias com a ajuda do macho.

É possível contabilizar pelo menos 6 crias, não sendo no entanto completamente conclusivo. É normal que as taxas de eclosão não sejam de 100%, pelo que, nesta postura inicial de 6 ovos, se eclodirem 4 ou 5, é perfeitamente normal.

10 de maio 2012

Estão a nascer as crias do chapim

Estão neste preciso momento a nascer as crias da família de chapins que reside na caixa-ninho do Parque Desportivo Municipal da Verdizela. Já se verificou a eclosão de dois ovos e a qualquer momento poderão eclodir os restantes pintos.

O dia a dia do projeto O chapim chapim vem ao Seixal pode ser acompanhado online e em direto 24 horas por dia no site de apoio à iniciativa. Neste espaço é possível interagir e acompanhar o quotidiano desta família de aves, responsável por combater a lagarta do pinheiro e contribuir para o equilíbrio do ecossistema.

7 de maio 2012

Eclosão para breve

Começamos a semana na expetativa por sabermos que estão para breve as eclosões dos 6 ovos existentes no ninho. Depois deste período de incubação, as crias ou pintos estão quase a eclodir. Não se pode garantir o sucesso de todos nascimentos, de qualquer forma, apesar das diferentes espécies de chapim terem diferentes tempos de incubação, só quando a postura está completa é que tem início esse processo. Desta forma as crias não têm grandes diferenças de tamanho no ninho, aumentando a hipótese de sobrevivência das mesmas.

O próximo conteúdo a disponibilizar irá abordar o nascimento das crias. Se tiverem questões a colocar, deixem-nas por favor no espaço ao lado.

3 de maio 2012

Posicionamento dos ovos

Para quem tem acompanhado o dia a dia do chapim tem reparado que a posição dos ovos não é estática. O constante reposicionamento dos ovos acontece para uma melhor incubação, sendo distribuído o aquecimento e o arrefecimento de uma forma uniforme em todos os lados de cada ovo.

2 de maio 2012

Chapim-real

Estamos perante o Chapim-real, que, pelo que constatámos nos últimos dias, já iniciou a fase de incubação. Esta fase só tem início após todos os ovos estarem postos, ou seja, depois da postura estar completa. Tudo isto sucede para evitar diferenças de tamanho e desenvolvimento acentuados entre as crias que constituem a prole.

Uma outra curiosidade passa por este ninho em questão ter sido monitorizado há menos de duas semanas, altura em que apenas apresentava vestígios de uma possível ocupação. Passados 6 dias o ninho estava construído, com 6 ovos e a fêmea apresentava um comportamento particular: constantemente presente no ninho em atitude de incubação ou choco.

Com este cenário podemos prever a eclosão dos ovos dentro de 8 a 11 dias, entre 9 e 12 de maio.

2 de maio 2012

Qual é a espécie que está no ninho?

No arranque desta série da vida animal é lançado um desafio: tentar identificar qual a espécie ocupante e explicar as razões que sustentam a escolha. Os contributos podem ser deixados na área de discussão do site.

30 de abril 2012

O chapim está de regresso ao Seixal

O chapim vem ao Seixal está de regresso em 2012 com mais uma temporada de transmissão online e em direto do dia a dia desta ave. Este ano são 2 os ninhos do Parque Desportivo Municipal da Verdizela que estão equipados com câmaras para cobertura 24 horas em direto da vida desta nova família.

Há poucos dias fomos surpreendidos com um dos ninhos ocupados e já com uma postura de 6 ovos realizada. Assim que é iniciada a incubação dos ovos durará, nesta espécie, 12 a 15 dias até à eclosão dos mesmos.

Esteja atento à vida da nova família de chapins e participe com o seu comentário.

Daqui a pouco temos um desafio para lançar!

8 de Julho 2011

 

Chapim Real abandona o ninho

Como foi avançado anteriormente confirma-se que o ovo visível na imagem será mesmo o resultado de uma segunda fase de postura e que não vingou. Por norma o tamanho da postura do Chapim Real pode ir de 5 a 12 ovos, daí concluir-se a ideia anterior, um cenário que normalmente pode acontecer.

Neste momento irá proceder-se à limpeza do ninho, para que em Novembro sejam colocados, e ficarem a aguardar pelos futuros residentes que devem começar a chegar a partir do mês de Janeiro.

30 de Junho 2011

Visitas inesperadas invadem o ninho

O ninho do chapim foi alvo de uma invasão inesperada de formigas que faz antever um cenário pouco risonho para o futuro desta família de chapins. Apesar das expectativas iniciais de mais posturas, que acabaram por não acontecer, pode-se concluir que o ovo visível na imagem é o resultado de uma segunda fase de postura e que poderá não vingar.

Aguardamos a qualquer momento uma avaliação na local mais pormenorizada, que a qualquer momento será disponibilizada.

21 de Junho 2011

Atentos ao momento da eclosão

Continuamos a aguardar a eclosão do ovo, que poderá acontecer a qualquer momento. Mantenham-se ligados connosco ao ninho do chapim para serem os primeiros a saber as novidades.

3 de Junho 2011

Posturas ou eclosão para a semana

Até ao final da próxima semana são esperadas novidades no ninho do chapim. Se não ocorrerem mais posturas o cenário previsto será a eclosão do ovo existente. Por norma o tamanho da postura do Chapim Real pode ir de 5 a 12 ovos, mas estes valores podem sempre divergir.

Para os mais curiosos sugerimos a consulta do guia de identificação de aves «Tits, Nuthaches & Treecreepers», de Simon Harrap e David Quinn.

31 de Maio 2011

As tarefas da família

Depois de estar confirmada a espécie de chapim que actualmente reside no Parque Desportivo Municipal da Verdizela, o Chapim Real, esta semana vamos conhecer melhor esta família e os seus hábitos. Em directo do ninho estamos perante a fêmea que tem à sua responsabilidade as tarefas de escolha, construção e incubação. A alimentação da fêmea está a cargo do macho.

Apesar de não terem ocorrido as posturas previstas no fim-de-semana, a qualquer momento poderá haver boas notícias.

26 de Maio 2011

Possível postura durante o fim-de-semana

Prevê-se que nos próximos dias possa haver mais posturas. Mantenham-se atentos ao ninho e acompanhem o fim-de-semana do chapim no Seixal.

26 de Maio 2011

Comentários, experiências, dúvidas e sugestões

O site Chapim Vem ao Seixal lançado esta semana já conta com mais de 35 comentários sobre o projecto, experiências pessoais de alguns dos visitantes, dúvidas e sugestões de outros que entraram no ninho.


Este é mesmo o melhor espaço para colocar todas as questões e sugestões sobre o projecto. Entre no ninho do chapim e deixe o seu comentário.

25 de Maio 2011

Chapim Real

Já está identificada a espécie residente do ninho. Estamos perante o Chapim Real (Parus major), da família Paridae. Este é o chapim de maiores dimensões em Portugal.

25 de Maio 2011

Chapim já fez a postura de um ovo

A ocupação do ninho tem duas semanas e meia e o chapim já fez a postura de um ovo. Por enquanto ainda não foi possível identificar com toda a certeza a espécie. Assim que tivermos mais informação faremos a divulgação.

24 de Maio 2011

O chapim está de volta ao ninho

O Chapim Vem ao Seixal está de regresso este ano e partir de agora volta a ser possível acompanhar on-line o dia-a-dia desta ave, através de uma câmara instalada no interior de um ninho, colocado no Parque Desportivo Municipal da Verdizela. O chapim é uma das aves existentes no concelho, responsável por se alimentar da lagarta-do-pinheiro (Thaumetopoea pityocampa Schiff), e que contribui para o equilíbrio do ecossistema.

Entre no ninho do chapim e deixe o seu comentário.

20 de Maio 2011

Título do Chapim

Foi uma semana de grandes evoluções! Os chapins já estão cobertos de penas e cresceram bastante! Os progenitores já deixam as crias muito tempo sozinhas no ninho, quase só aparecem para as alimentar .
Como o calor no ninho é muito e a fome também, os chapins começam a ficar mais corajosos e atrevidos e já fazem um grande esforço para sair do ninho!
Continue a acompanhar o crescimento das crias. Comente a iniciativa e consulte o projecto completo!

© 2010-2012 Câmara Municipal do Seixal

Optimizado para Internet Explorer e sistemas operativos Windows, Apple OSX e Linux. Componente flip4mac para utilizadores MAC.

No leitor usar o URL: mms://streaming.cm-seixal.pt/chapim.
carregar os comentários...